QUEM SOU

Evolutivamente, eu sou um caso, dentre tantos casos do puro acaso. Sendo assim, não me surpreenderia se fosse uma espécie de traça que degusta versos de livros empoeirados das estantes de um sebo medíocre e, depois, vomita quaisquer palavras indigestas em uma sequência aleatória. Então, o que seria rabiscado em pedaços de folhas (as quais sempre tem algo importante impresso do outro lado e que eu, provavelmente, nunca vou ler) receberia o nome de poemas, apenas por apelo da consciência. Agora, se você prefere uma apresentação mais formal, me chamo Norbert Heinz, mas pode me chamar por qualquer uma das derivações do meu nome, resultante da plasticidade cognitiva individual.

Currículo Lattes

1 comentários:

Nossa, adorei sua informal apresentação!
A formal também é ótima!!!

Postar um comentário